Gestão de equipes remotas: 7 erros que você deve evitar

Gestão de equipes remotas: 7 erros que você deve evitar

Administrar uma equipe todos os dias não é fácil, e à distância é ainda mais desafiador! Se você quer aderir ao modelo do trabalho remoto com eficiência, é ideal investir na gestão de equipes remotas.

Para começar, é essencial evitar os 7 erros que falaremos a seguir para não ter prejuízos. Boa leitura!

Desafios na gestão de equipes remotas

Dentre tantas mudanças vivenciadas, o home office talvez seja a maior delas para o mundo corporativo.

Ter a flexibilidade de trabalhar remotamente é uma grande vantagem para empresas que querem manter a inovação e a redução de custos, mas esse modelo de trabalho vem com desafios: a gestão do tempo, colaboração e comunicação podem sofrer com a distância.

A comunicação pode ficar mais desorganizada, bem como o acompanhamento dos processos pelos gestores, as interações entre colaboradores e o engajamento.

E por maiores que sejam essas dificuldades na hora da adaptação, de acordo com a pesquisa da Buffer, 98% das pessoas preferem trabalhar de casa

Os colaboradores sentem mais motivação para trabalhar nesse formato, podendo gerenciar melhor o seu tempo com a família, não gastar horas de deslocamento e ter mais autonomia.

Também existem enormes vantagens para a empresa:

  • Construção de uma relação mais honesta entre chefes e equipes remotas;
  • Flexibilidade;
  • Redução de custos;
  • Equipes mais confiantes e independentes;
  • Retenção de talentos;
  • Redução da taxa de turnover;
  • Fortalecimento do Employer Branding.

E mais.

Gostou das vantagens? Saiba mais sobre como gerenciar o trabalho à distância!

Se você quer aderir a esse modelo com eficiência, evitando os desafios da fase da adaptação, é essencial investir na gestão de equipes remotas. Comece conhecendo os 7 erros que você não deve cometer.

7 erros na gestão de equipes

Gestão de equipes remotas: 7 erros para não cometer

Para manter uma boa gestão de equipes remotas, o ideal é focar nas vantagens econômicas e criar estratégias para lidar com o novo formato de trabalho. 

Afinal, não é bom levar os vícios do trabalho presencial para o remoto, é preciso pensar diferente e partir para a adaptação da cultura organizacional. Confira as dicas a seguir:

1. Falta de comunicação regular com o time

Mudar a equipe para o trabalho remoto pode diminuir a frequência da comunicação, mas isso é um erro que pode gerar muitos prejuízos para a produtividade. 

Você precisa definir como serão os processos de comunicação de forma antecipada para evitar problemas.

Todos devem entrar em contato regularmente (dos líderes aos colaboradores) e acompanhar o trabalho realizado. E-mails, mensagens instantâneas e ferramentas como o Cliq são essenciais para manter essa comunicação ativa. 

2. Ausência de suporte técnico

As empresas precisam de infraestrutura que permita o trabalho remoto, inclusive o suporte técnico e as atualizações para os softwares usados. 

O suporte permite que a gestão de equipes remotas seja facilitada e o trabalho à distância seja mais seguro e estável, sem pausas que podem prejudicar a produtividade e sem inseguranças que podem danificar a proteção de dados e a reputação da empresa.

3. Deficiência na construção de relacionamentos

É essencial fortalecer o vínculo entre o gestor e a equipe para que o trabalho corra bem. Bons relacionamentos geram engajamento, motivação e evitam erros por garantir uma boa comunicação.

Apesar das dificuldades da distância, é possível usar as vantagens do digital ao seu favor para gerar uma conexão ainda melhor do que a presencial: mais assertiva e empática.

Com a melhor ferramenta, você poderá ter seções de perguntas e respostas entre líderes, gestores e equipe, facilitando a conexão do time. Conheça o Connect!

4. Não estabelecer as expectativas esperadas

Uma equipe orientada por objetivos é mais produtiva. É essencial que os colaboradores cumpram os prazos e metas estabelecidas para que possam administrar melhor a rotina do home office.

Por isso, a empresa deve ter uma política eficaz de trabalho remoto para que a equipe entenda as expectativas da organização de forma clara. 

A gestão deve capacitar a equipe para garantir que os funcionários usem as soluções de software corretamente, entendam prazos, acordos de trabalho remoto, melhores práticas e metas que devem ser sempre comunicadas.

É importante não se esquecer das práticas de segurança, como conceder permissões, quem são os usuários autorizados a acessar certos documentos e como se comunicar com a gestão para mantê-los atualizados.

Se você quer gerenciar arquivos online com a equipe de forma segura, precisa da ferramenta certa! Com o gerenciador da Zoho, você poderá definir permissões para acessos e downloads de arquivos. Saiba mais sobre o WorkDrive.

A agenda da equipe deve ser clara sobre os resultados esperados pela empresa enquanto cada profissional tem a flexibilidade necessária para trabalhar como preferir. 

5. Não passar feedbacks

Se você não tem uma rotina de feedbacks implementada, pode estar prejudicando a produtividade da empresa.

Numa boa gestão de equipes remotas, os feedbacks não devem ser esporádicos, você precisa incluir reuniões periódicas para conversas com os colaboradores. 

Os feedbacks não precisam ter apenas críticas: invista em conversas construtivas, constantes, valorizando as qualidades e parabenizando pelas boas aquisições.

Mantenha a escuta ativa, que deve ser valorizada independente da distância física do seu time. Tenha empatia e seja acolhedor, gerando intimidade entre equipes e incentivos para que os colaboradores continuem bem.

6. Falta de investimento em eventos online

Não é porque o trabalho funciona à distância que eventos de empresa não podem acontecer!

Uma boa gestão de equipes remotas precisa contar com reuniões especiais para que o trabalho funcione em todo o seu potencial.

Então, defina datas para celebrar, conversar e fortalecer o vínculo entre o gestor e o time. Eventos assim geram engajamento, motivam a equipe e promovem a interação que cria harmonia para o dia a dia de trabalho.

Faça dinâmicas em equipe e ofereça prêmios, como um dia a mais de férias ou um jantar.

Aproveite os seus eventos no Connect, o software para criar uma boa cultura de trabalho, envolvimento, boa comunicação e automação para o time!

7. Falta de confiança

Se por um lado empresas ganham muitos benefícios ao adotar o modelo remoto como regra, por outro lado há quem sinta dificuldades na hora conquistar e manter a confiança no dia a dia.

Afinal, no trabalho remoto, os colaboradores estão distantes uns dos outros, e a falta de comunicação, feedbacks e reuniões pode diminuir a confiança entre os colaboradores.

Quando o trabalho é remoto, os líderes sentem que estão perdendo a capacidade de monitorar e podem achar que a solução é controlar mais, mas isso é um erro: com o maior controle, o time se sente oprimido, distante, e a produtividade é afetada.

É preciso ter engajamento de ambas as partes (líderes e liderados) para estabelecer uma boa relação diariamente. O gestor deve monitorar enquanto dá autonomia e reforça a confiança, sem tentar controlar a equipe de forma exagerada.

De preferência, deixe que a tecnologia faça o controle da jornada de trabalho por você. Dentro do Connect, você tem a ferramenta de controle de ponto eletrônico para que o monitoramento fique mais fácil, assertivo e imparcial.

Gostou das ferramentas indicadas? Confira mais soluções para o trabalho remoto

Se sua empresa nunca teve colaboradores trabalhando em tempo integral de forma remota antes, essa pode ser uma mudança desafiadora. Mas, graças ao avanço do mercado, a produtividade da equipe pode crescer muito nesse modelo.

Para isso, você deve contar com as melhores tecnologias para gestão de equipes remotas. O Zoho Workplace tem tudo o que você precisa! A plataforma online unifica todas as ferramentas necessárias para que a sua equipe tenha eficiência e produtividade.

Conheça a Zoho e todas as soluções integradas, seguras e completas no nosso site!

Se ainda tem dúvidas de como implementar uma cultura 100% home office na sua empresa, confira o checklist que preparamos com 5 passos essenciais.

Clique aqui e saiba mais.

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O código de idioma do comentário.
Ao enviar este formulário, você concorda com o processamento de dados pessoais de acordo com a nossa Política de privacidade.

Publicações relacionadas