Como funciona programa de CRM para e-commerce

O comércio eletrônico está cada vez mais competitivo, conjuntamente com os consumidores cada vez mais exigentes e, hoje, é preciso dar aos clientes o que eles desejam.

Por que usar dados de um Programa de CRM para e-commerce?

Os consumidores precisam ser conhecidos como um todo, sendo conhecidos de dentro para fora. Dessa maneira, os dados de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) tornam-se indispensáveis para alcançar metas no e-commerce.

Continue lendo este artigo e confira como usar os dados de um programa de CRM para e-commerce, impulsionar as vendas e expandir seus negócios!

Principais benefícios de um Programa de CRM para E-commerce

A equipe de vendas considera os dados de CRM como uma das ferramentas mais úteis à disposição.

Os principais motivos para usar dados de CRM para e-commerce incluem o objetivos de melhorar o atendimento ao cliente, aumentar a retenção e aumentar a satisfação do cliente.

Confira outros benefícios desta solução:

1. Identificação e direcionamento de diferentes personas de clientes

Um negócio que está prestes a começar, deve definir bem quais são as personas, ou seja, o perfil dos possíveis clientes, a partir disso é possível definir seu público-alvo.

Os dados de CRM são bons aliados para auxiliar no processo de refinagem dessas personas, e segmentar ainda mais sua lista de clientes e clientes potenciais em diferentes categorias. Assim, será possível, por exemplo, comercializar para cada situação e público.

Eles também podem permitir a identificação de padrões e tendências no comportamento do cliente que, de outra forma, você nunca teria notado.

Por consequência, personas do cliente ficam mais refinadas com base em dados reais.

Você pode então fornecer experiências altamente personalizadas para esses clientes, utilizando marketing por e-mail, páginas de destino direcionadas e remarketing.

2. Use dados de CRM para construir sua estratégia de conteúdo

Depois de começar a examinar de perto seus dados de CRM, segmentar sua base de clientes e refinar suas personas de clientes, você terá um mundo de informações disponíveis para ajudá-lo a abordar seus negócios de forma mais estratégica.

A próxima etapa é começar a desenvolver conteúdo que corresponda ao seu público e a esses segmentos de clientes.

Quando você souber mais informações sobre quem é seu público e o que ele deseja, pode criar seu conteúdo de acordo com suas necessidades.

Certifique-se de focar nos pontos problemáticos, necessidades e desejos do cliente sobre quais tipos de conteúdo compartilhar.

Aqui estão alguns que você pode querer considerar:

● Postagens de blog voltadas para as necessidades específicas do cliente, produzidos no formato de artigos ou tutoriais detalhados;

● Vídeos de demonstração de produtos apresentando diferentes maneiras de usar seus produtos;

● FAQs que respondem a dúvidas e problemas comuns;

● Avaliações de clientes, estudos de caso e depoimentos que demonstram o valor de seus produtos;

● Parceria com influenciadores relevantes em seu nicho, a fim de criar conteúdo que apresenta seu público ao seu e-commerce;

● Considere também o tom das publicações. Afinal, seu público responde a um tom mais formal ou informal?

O mais recomendado também é não esquecer de que você precisa pensar não apenas no conteúdo que oferece aos clientes, mas também onde o entrega.

O marketing por e-mail, por exemplo, é uma aposta segura que abrange grupos de idade e dados demográficos.

Seu conteúdo pode ser o melhor de todos, mas não obterá resultados se você não for aonde seu público está.

3. Use pontuação de leads

Nem todos os leads são criados iguais. Muitos sistemas de CRM permitem que você faça a pontuação de leads, em que é possível rastrear seus clientes em potencial conforme eles se movem no funil de vendas e definir a probabilidade de eles eventualmente fazerem uma compra.

A pontuação de leads não é perfeita, é claro, e os clientes às vezes podem surpreendê-lo.

Mas é um bom ponto de partida para decidir onde colocar sua energia, foco e orçamento de marketing. Você pode usar esses dados para segmentar estrategicamente os clientes em potencial com maior probabilidade de conversão.

4. Personalização de ofertas e comunicações

Atualmente, personalizar é uma das práticas mais comuns no marketing.

Os clientes não querem mais se sentir como apenas uma das muitas pessoas com quem você está se comunicando, a individualidade de cada venda é um aspecto que tem gerado mudanças no relacionamento com os clientes.

Os novos consumidores gostam da comunicação em que especificamente se fala com eles. Em outras palavras, você precisa fazer seus clientes se sentirem especiais.

Embora usar o nome do cliente em suas linhas de assunto e saudações de email marketing seja importante, não é mais suficiente.

Por isso, insira a personalização, que os dados de um programa de CRM pode disponibilizar. Quanto mais você aprende sobre seus clientes, mais personalizado você pode ser em sua abordagem.

5. Contatar novamente ex-clientes

No e-commerce, a retenção de clientes é essencial. Tanto é verdade que, o custo de retenção dos clientes é menor do que o custo de aquisição de novos clientes.

Ou seja, é fundamental estimular seus clientes e aprimorar sua experiência sempre que fizerem compras com você.

É importante também, na mesma intensidade, manter-se ativo e engajado em convidar antigos clientes a retornar a seu e-commerce.

Se um cliente não compra de você há algum tempo, não considere ele  como perdido. Em vez disso, faça um esforço para fazer com que eles voltem.

A dica mais importante para redirecionar os ex-clientes é entendê-los, somente a partir da compreensão de suas necessidades, que alguma estratégia irá funcionar.

Você precisa dar a eles um bom motivo para voltarem, então considere incluir uma oferta ou desconto especial por tempo limitado.

Ao utilizar seus dados de CRM para e-commerce, você pode automatizar comunicações de aniversário, quando um cliente está inativo por um determinado período de tempo.

6. Considere fazer escuta social

Soluções de CRM oferecem recursos de escuta social, responsáveis por permitirem o acompanhamento de clientes, entendendo como eles estão interagindo e falando sobre sua marca nas redes sociais.

Na prática, a escuta social pode lhe ensinar muito sobre o sentimento do cliente em relação à sua marca, o que o seu público se preocupa e quais os pontos fracos que eles estão tentando resolver.

Permitindo assim que seja fornecido um conteúdo melhor que atenda a essas necessidades e resolva esses pontos problemáticos.

Ele também permite que você rastreie quais de suas mensagens estão tendo um bom envolvimento nas mídias sociais e quais não estão obtendo a resposta que você esperava.

Por fim, pode-se dizer que são muitos os benefícios dos dados de CRM para e-commerce quando se trata de aumentar as taxas de conversão e expandir seu e-commerce. Segmente sua base de clientes e personalize em cada etapa.

Gostou do conteúdo?

A Zoho garante resultados em CRM para o seu negócio. Conheça nossas soluções!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O código de idioma do comentário.
Ao enviar este formulário, você concorda com o processamento de dados pessoais de acordo com a nossa Política de privacidade.

Publicações relacionadas