Segurança de dados garantida

Os dados são o maior ativo de qualquer empresa. A perda de dados pode prejudicar uma organização. É por isso que, no Zoho WorkDrive, consideramos a segurança e a privacidade como de máxima importância. O Zoho WorkDrive atende aos padrões específicos de conformidade como o SOC 2 Tipo II e o ISO 27001, além de atender ao Privacy Shield Framework (UE-EUA). Usamos uma abordagem de defesa em profundidade para proporcionar segurança nos níveis físico, lógico e de dados.

Segurança de dados

Os data centers da Zoho estão em locais protegidos e monitorados com câmeras de visão noturna, 24 horas por dia, 7 dias por semana, ao longo de todo o ano. Os servidores e os clientes do Zoho WorkDrive são conectados por meio de SSL e protegidos com chave de criptografia RSA 2048 bits.

Recuperação de desastres

Nossos servidores estão bem protegidos contra todos os tipos de danos físicos. Os servidores da Zoho rodam em uma arquitetura de rede distribuída. Em caso de danos no servidor, uma cópia de seus arquivos estará segura em um servidor alternativo e será disponibilizada sem nenhum atraso perceptível.

Proteção contra invasões

Todos os arquivos são verificados quanto a vírus antes de serem carregados e armazenados nos servidores Zoho. Nosso monitoramento usa sistemas poderosos de detecção e prevenção de invasão (IDS/IPS) e previne ataques de DDoS.

Autenticação de dois fatores

Proteja sua conta do Zoho WorkDrive com a autenticação de dois fatores (TFA). Segurança quer dizer mais do que só uma senha. Para garantir proteção consistente, você também receberá um código exclusivo, gerado toda vez que você efetuar login em uma conta.

Criptografia na transmissão e no armazenamento

Com o Zoho WorkDrive, seus dados estão sempre seguros. Os arquivos no Zoho WorkDrive são criptografados no armazenamento com Advance Encryption Standard (AES) de 256 bits. Durante a transmissão, o Perfect Forward Secrecy (PFS) gera uma chave exclusiva para cada sessão para criptografar arquivos.

Segurança em nível de equipe

As ameaças à segurança nem sempre vêm de fora. É necessário cuidado com o roubo interno de dados, também. Em vez de monitorar manualmente os membros da sua equipe e suas atividades, economize tempo e energia definindo permissões com base em suas funções. 

Controles de administrador

Escolha como seus arquivos podem ser compartilhados. Como administrador, você pode decidir se os usuários podem compartilhar arquivos somente internamente ou também externamente. Evite a formação de muitos grupos definindo que somente os administradores de equipe podem criar grupos públicos.

Transfira a propriedade do arquivo

O que é criado em uma organização deve permanecer na organização. Não deixe que ex-funcionários saiam com arquivos importantes que criaram e em que trabalharam. Transfira a propriedade de arquivos de um usuário para outro, a fim de manter a integridade dos arquivos.

Compartilhe links temporariamente

Deixe seus dados disponíveis somente pelo tempo que você quiser. Defina datas de expiração ao compartilhar externamente os seus relatórios trimestrais, resultados de pesquisa ou outros documentos essenciais. Após a data de expiração, os parceiros externos não conseguirão visualizar seus dados.

Permissões baseadas em funções

Dê aos usuários apenas o acesso de que eles precisam. Use funções como visualizador ou comentador quando você quiser envolver os parceiros, mas não quiser que eles façam alterações em seus arquivos. Defina funções como colaborador ou moderador quando você quiser que as pessoas contribuam com o seu trabalho.