Introdução

O marketing por e-mail está pronto para traçar novos caminhos com a Lei Europeia de Privacidade de Dados, ainda a ser promulgada. À medida que os ponteiros do relógio se aproximam da promulgação do Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR), é essencial avaliar as atuais estratégias de marketing da sua empresa para preparar o caminho para as novas mudanças. 

O GDPR mudará a maneira como os profissionais de marketing por e-mail lidam com os dados dos assinantes. Como a proteção dos dados tem precedência, as abordagens de envolvimento sofrerão uma grande mudança. Assim, enquanto aguardamos pelo dia 25 de maio de 2018, veja alguns conceitos fundamentais para preparar-se melhor para as novas mudanças. 

O que é o GDPR?

O GDPR é uma lei ainda a ser promulgada na União Europeia que impõe estritas obrigações sobre a forma como as empresas usam os dados pessoais dos assinantes. Agora, todos os negócios precisam ser transparentes com seu público e coletar somente as informações necessárias. As empresas serão também responsáveis pela segurança das informações dos assinantes e estarão sujeitas a punição por qualquer tipo de violação. 

Em suma, o regulamento apresenta um conjunto de direitos dos titulares dos dados (pessoas cujos dados são gerenciados por uma empresa), que devem ser acatados por todos os profissionais de marketing (de uma empresa).

Veja o que fazer como profissional de marketing por e-mail

Com todas as atenções voltadas para o envolvimento baseado na permissão do cliente, cabe aos profissionais de marketing usar toda a eficiência possível na captação, processamento e gerenciamento dos dados dos usuários.

Coleta de dados

Recomenda-se que os profissionais de marketing adotem o método de duplo consentimento para obter a concordância de seus usuários na coleta de dados. É necessário também explicar por que você está coletando os dados deles. A realização de uma auditoria interna ajudará a entender que tipo de dados dos assinantes você já tem e quais você ainda precisa coletar dos usuários. Mencione o consentimento em termos simples e não se esqueça de obter consentimentos separados para diferentes finalidades. Lembre-se de que o consentimento deve ser um ato afirmativo voluntário. Portanto, não use nenhuma forma de consentimento padrão, tal como caixas de seleção previamente assinaladas ou campos preenchidos.

Quando se tratar de crianças ou dados confidenciais, como raça, etnia, religião, etc., colete somente depois de ter informado claramente aos interessados e depois de ter provisões suficientes.

Processamento de dados

Depois de coletar os dados necessários, é fundamental saber como tratá-los. Os dados pessoais colhidos dos interessados devem ser usados somente para os propósitos claramente expressos por você quando eles lhe deram permissão. Qualquer tentativa de uso dos dados para qualquer outro objetivo inadequado implicará crime por violação da lei.

Revise periodicamente os dados para verificar se estão atualizados. Sempre que fizer alterações nos avisos de privacidade, informe aos usuários imediatamente. Os usuários poderão restringir o processamento dos dados deles quando tiverem alguma dúvida ou suspeita sobre o conteúdo que você detém ou a maneira como você lida com esse conteúdo. Responda às solicitações de restrição, feitas pelos usuários, e tome as devidas providências.

Armazenamento e acesso a dados

É responsabilidade sua proteger os dados pessoais dos usuários. No caso de perdas ou violações, você será estritamente punido. Informe os assinantes sobre onde os dados deles são armazenados. Jamais permita que terceiros ou pessoas não autorizadas acessem os dados armazenados.

Como o envolvimento é completamente mútuo pautado numa abordagem baseada na permissão do usuário, os usuários precisam ter a opção de cancelar o serviço a qualquer momento. Os usuários têm também o direito de fazer modificações nas informações deles. Por isso, é importante que eles possam acessar os dados deles e fazer atualizações quando necessário.

Exclusão e transferência de dados

É obrigatório permitir a transferência de dados pessoais do seu sistema para serviços de terceiros quando uma pessoa assim o solicitar. É possível também migrar dados entre data centers dentro das organizações, já que não há uma estipulação para armazenar informações apenas em servidores da UE. Um indivíduo pode também exigir a exclusão de quaisquer dados pessoais que considere não estarem sendo usados adequadamente pela sua empresa. Em ambos os casos de exclusão e transferência, não é permitido penalizar o usuário que fizer essa solicitação, cabendo responder prontamente às necessidades do usuário e tomar providências imediatas. 

É também importante permitir que os usuários acessem os dados deles em formato legível para que possam baixar as informações, a qualquer momento, por meio de arquivos protegidos por senha.

E se você não cumprir o GDPR?

O descumprimento do GDPR implica enorme prejuízo financeiro. As sanções por violação da lei podem ser muito altas – 20 milhões de euros (€20 milhões) ou 4% do faturamento anual mundial da empresa durante o exercício anterior, o que for maior. 

Quais são os benefícios por cumprir o GDPR?

  1. Marketing lícito por e-mail: ao cumprir as leis deste regulamento, você só se relacionará com pessoas que desejam se conectar a você. Suas as taxas de envolvimento por e-mail aumentarão, e você acabará obtendo melhores conversões. 
  2. Simpatia dos clientes: devido à transparência da sua abordagem de marketing por e-mail, os clientes tenderão a ser fiéis a você, desenvolvendo um senso de confiança entre a sua marca e seus clientes. 
  3. Aumento da receita: com mais conversões e melhor desempenho por e-mail, você conseguirá melhorar o retorno sobre os investimentos e, em última análise, criar uma melhor imagem da marca.

O que importa

O GDPR não deve veio para causar estresse no mundo do marketing por e-mail. Trata-se de uma adição muito bem-vinda, pois ajuda a limpar as listas de correspondência e a direcionar seus esforços ao conjunto certo de pessoas. Embora, inicialmente, possa parecer trabalhoso respeitar as leis, a recompensa, com certeza, vale a pena – você se torna um profissional de marketing mais inteligente! Portanto, diga "sim" ao GDPR e desfrute do sucesso de uma campanha arrojada de marketing por e-mail. 

O papel do Zoho Campaigns no espaço do GDPR

O Zoho Campaigns proporciona alguns recursos avançados que ajudam a gerenciar o consentimento dos usuários, respeitar os direitos dos titulares dos dados e obter um envolvimento excepcionalmente limpo por e-mail. Clique aqui para saber mais sobre as nossas ferramentas mais recentes. 

Você está pronto para o GDPR?

Ciente agora de como o GDPR influencia o marketing por e-mail, você está preparado para promovê-lo? Conheça alista de verificação de preparo para o GDPR que criamos especificamente para os profissionais de marketing por e-mail, para que você tenha uma melhor ideia sobre o regulamento. 

Recursos

  • bsi-assurance
  • Privacy Shield
  • TRUSTe
  • SOC

Isenção de responsabilidade: A conformidade com as exigências do GDPR só é possível com a combinação de pessoas, processos e tecnologia. O Zoho Campaigns oferece as melhores soluções para que você possa estar em conformidade com a lei. As informações apresentadas aqui não devem ser consideradas como orientações jurídicas. Recomendamos sempre consultar o Departamento Jurídico para obter orientação sobre a melhor maneira de garantir a conformidade com o GDPR.